Tags

, ,

   thumb18

   Agora você já é um recém contratado ou começou a atuar na área como autônomo, é normal aquele frio na barriga e uma insegurança de como se comportar pra se dar bem nesse ramo tão competitivo. Eis aqui algumas dicas de quem já passou por algumas agências e trabalha também como autônomo!

1 – Esteja bem, “mente sã corpo são”:

   Todo mundo sabe (ou deveria saber) seus limites e suas necessidades. Dormir bem é indispensável e aquelas tradicionais 8 horas são necessárias pra muita gente. Trabalhar com a mente também é cansativo e a fadiga compromete nossa concentração e a capacidade de criação. Esteja saudável! Forçar o trabalho com aquela gripe ou com algum “probleminha” de saúde nunca é bom. Caso não tenha outra pessoa que possa adiantar o trabalho é melhor pedir e justificar um prazo maior do que entregar um trabalho ruim.

2 – Seja Profissional:

   Ouça o que o seu cliente tem a dizer, mas não tenha medo de expôr suas idéias que você julga melhores ou que possa melhorar o que o seu cliente deseja. Se você tem uma boa ideia e apresenta um bom trabalho com segurança o cliente vai confiar em você e isso melhorará sua imagem como Profissional. Seja pontual SEMPRE e se apresente com uma boa imagem: um visual meio “alternativo” pode espantar o seu cliente. Não peça prazos longos demais: se você está lotado de trabalho é hora de contratar ou mesmo terceirizar o trabalho (Designers autônomos nunca faltam no mercado). De qualquer forma é melhor ser sincero e justo com o cliente e dizer que não tem como honrar o compromisso, isso também ganha a confiança de muitos clientes. Nem seria necessário falar em prazos curtos que você não poderá cumprir, é pedir pra perder o cliente.

3 – Pesquise:

   Um Brienfing bem feito é o começo de tudo, adicione a isso uma boa pesquisa, principalmente se for um trabalho em um segmento que você nunca trabalhou. Se você é acostumado a trabalhar com convites de casamento, por exemplo, essa pesquisa pode ser desnecessária, pois você deve estar atualizado, mas se o cliente quer um layout para um site de brinquedos, e você nunca fez algo parecido, você deve entrar em vários sites do mesmo segmento e formar uma opinião sobre o que esse trabalho requer. Começar um trabalho sem uma referência pode desviar o foco do mesmo além de ser sempre mais difícil de começar quando você se depara com a página em branco (muita gente treme com isso, acreditem)!

4 – Cobre o justo, pro cliente e pra você:

   No timbrado que você criou (você criou, né?) faça o orçamento e leve em conta todo o custo que você terá: tempo, material, importância do trabalho no mercado, pedidos de alteração (sim, tenha um mínimo de alterações por trabalho, pois tem cliente que faz alterações só de sacanagem) e prova de cor/formato/tamanho do trabalho caso seja solicitado.

5 – Honre o seu horário de trabalho:

   Não é porque você só tem aquela alteração de cor pra fazer até o final do dia que você vai passar o dia no Facebook! Não, não é! Termine logo o que você tem pra fazer, na ultima hora podem acontecer imprevistos ou o que você julgava simples pode não ser e você terá que fazer às pressas correndo risco de não cumprir o seu valioso prazo. Depois de feito o trabalho você pode aproveitar o tempo livre, principalmente se for pesquisando novas ferramentas, sites de banco de imagens ou vetores, técnicas e etc. Fica à seu critério!

6 – Não se aventure em trabalhos que estão além da sua qualificação:

   Muitas vezes é difícil dizer um “não” pra algum trabalho, principalmente se as vacas não estiverem tão gordas, mas mesmo que seja uma oportunidade boa de pegar um trabalho mais rentável se você não estiver preparado pro tipo de trabalho, para dar a qualidade que ele exige isso pode causar muita dor de cabeça, além de perder um cliente. E lembre-se: um cliente insatisfeito pode manchar a sua imagem ou do seu negócio, o que implicará em perda de possíveis clientes.

7 – Faça a diferença:

   Tenha segurança no que faz e demonstre isso. Procure ter aquele “algo a mais” seja em algum serviço extra, no atendimento, na assistência ao cliente, na qualidade do serviço… Esse “algo a mais” fará a fidelização do cliente e criará o melhor tipo de publicidade: a boca à boca

8 – Atualize-se:

   Lembra do tempo livre? Aproveite para estudar: estude o mercado, as tendências e serviços mais procurados no momento, estude seus concorrentes diretos para não ficar pra trás, estude novas ferramentas, novos sites, novas técnicas.

9 – Seja humilde:

   Principalmente quando se é recém formado você acha que está atualizadíssimo e é muito diferente em campo. Mesmo que você saiba fazer uma coisa não diga logo de cara pra alguém mais experiente que você já sabe só pra mostrar que sabe, essa pessoa pode ter outra técnica (às vezes até melhor que a sua) e você pode aprender. Seja realista e admita (só pra você, rs) quando o trabalho de um amigo ou concorrente for bom ou melhor que o seu, desafie-se e procure superá-lo: chamamos isso de concorrência!

10 – Seja organizado:

   Tenha em um lugar visível um quadro com clientes, trabalhos, data de entrega e o encarregado para cada tarefa. Crie um modelo de Briefing completo para poder tirar o máximo de informação sobre o que o cliente deseja. Mantenha o seu ambiente de trabalho limpo e organizado: nada de papel pra todo lado e aquele prato com um pedaço de pizza em cima da mesa. Essa organização transmitirá mais segurança pro seu cliente.

   Espero que essas dicas ajudem você no seu trabalho. Sucesso e até a próxima!

Anúncios